História

 

A DELPHOS foi fundada em 1967 por dois atuários, Jayme da Silva Menezes e José Américo Peón de Sá, e um corretor de seguros, Fernando Newlands, todos oriundos da AJAX Corretora de Seguros.

 

           

 

Empresa pioneira na prestação de serviços específicos e especializados para o mercado segurador brasileiro, uma vez que até a sua criação, todos os trabalhos internos e externos eram realizados pelas próprias seguradoras, ou por suas congêneres.

 

Ao longo de sua trajetória, construiu excelente relacionamento com todo o mercado, adquirindo uma experiência que a capacitou a prestar serviços em qualquer atividade relacionada a seguros. Seu propósito é e sempre foi o de oferecer soluções que vão desde as mais variadas pesquisas iniciais e avaliação preliminar dos riscos, até a completa gestão de carteiras, passando pela criação de produtos, regulação de sinistros, desenvolvimento tecnológico, assistência 24 horas e quaisquer outras funcionalidades que permitam às seguradoras terceirizarem algumas ou todas as suas atividades operacionais e possam concentrar-se na comercialização de seus produtos, na aceitação e na gestão financeira dos seus riscos.

 

Os números demonstram com propriedade a atuação da DELPHOS no mercado:

  • Em nome das seguradoras, administra mais de R$ 570 milhões em prêmios de seguro por ano, totalizando mais de R$ 207 bilhões de LMI - limite máximo de indenização.

  • Gerencia carteiras de seguros que cobrem riscos inerentes a mais de 1 milhão de imóveis e mais de 1,3 milhões de vidas.

  • Arbitra mais de R$ 220 milhões de indenizações por ano.

  • Regula mais de 100 mil sinistros por ano.

  • Processa aproximadamente 7 milhões de seguros todos os meses.

  • Mantem base de dados de mais de 7,5 milhões de segurados do SH/SFH e mais de 400 mil autores de ações judiciais do SH/SFH.

 

O pioneirismo, a estrutura, o foco e a organização da DELPHOS, garantem possibilidades excepcionais de crescimento e sucesso, sobretudo porque sua marca e seus profissionais gozam de total credibilidade no mercado.